Militaria e Cutelaria reunidas em um só lugar.

MENU

Espingardas

Espingarada ENARM Pentagun - Calibres 12 GA, 20 e 28 (Brasil)

ENARM Pentagun é um protótipo de espingarda semi-automática brasileira e é fruto do trabalho do designer de armas brasileiro Nelmo Suzano (1930-2013)

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Espingarada ENARM Pentagun - Calibres 12 GA, 20 e 28 (Brasil)

 


ENARM Pentagun é um protótipo de espingarda semi-automática brasileira e é fruto do trabalho do designer de armas brasileiro Nelmo Suzano (1930-2013) e traz à tona uma espingarda de calibre 12 ga e que provavelmente. a grande maioria de leitores aqui do Sala de Armas  nunca tenham ouvido falar, a espingarda Pentagun. 

História 

Esse híbrido de revólver-espingarda bastante interessante foi criado por três homens originários de uma empresa conhecida como Bérgom, que se uniram e formaram a ENARM (Empresa Nacional de Armas), empresa que teve uma vida curta, para projetar e produzir essa arma.

Todo o processo de projeto da Pentagun levou aproximadamente 10 meses e era esperado para entrar em testes de certificação junto ao Exército Brasileiro em 1987 e entrar em produção em massa em aproximadamente 1988.

Dizia-se que a arma funcionava adequadamente para justificar sua submissão aos referidos testes de certificação, mas, infelizmente, os testes nunca ocorreram. Mais tarde ocorreram fracassos dentro da ENARM e os parceiros da empresa desistiram do negócio, pondo um fim ao projeto da Pentagun. Apenas um protótipo foi construído antes do fechamento da empresa.

Detalhes do projeto 

O Pentagun é parecido com o fuzil LAPA FA-03, (já abordado aqui no blog) coincidentemente também projetado por Nelmo Suzano. A arma tem um cilindro (tambor) invertido com capacidade para cinco cartuchos. Recarregar a arma envolve "quebrá-la" ao meio, como uma espingarda monotiro ou de cano duplo e isso envolve o usuário operando uma trava de retenção que permite que a arma seja dividida em duas. Quando a arma for carregada, o conjunto do cano foi empurrado para trás com a trava de retenção travando-a no lugar. Jáa para ejetar os cartuchos disparados devia-se puxar a alça em forma de meia-lua localizada dentro da alça de transporte. Carregadores de velocidade para a Pentagun também foram fabricados para garantir que a arma pudesse ser recarregada rapidamente.
 

A arma na posição de cano "quebrado" permite o carregamento de munição no proeminente cilindro de 5 tiros.
 

Um cartucho de calibre 12 está sendo carregado no cilindro, acima da qual é a parte que travou na trava traseira para manter a pistola firmemente fechada.
 
 
 
Uma visão aproximada da área do cilindro da arma. O extrator de cartucho, no centro, foi acionado pela alavanca curva dentro da alça de transporte.
 
 
A construção da arma é principalmente de polímero. Foi afirmado que a arma é capaz de armazenar munições de calibre 20 e 28 simplesmente mudando o cano e o cilindro. Uma luz de LED está localizada dentro da mira tubular da arma e pode ser desligada, se necessário, por meio de uma chave seletora localizada no protetor de mãos. A luz de LED é ativada sempre que o gatilho é acionado por meio de um microinterruptor localizado atrás do gatilho e deve ser usado em condições de pouca luz. A arma apresentava uma configuração "linear" que permitia o aumento mínimo do da boca do cano ao disparar, como na maioria dos modelos de Nelmo Suzano.

Quando o gatilho é pressionado, o cilindro é destravado da posição, com o martelo movendo-se para trás; ao acionar o gatilho, a luz LED da arma será ativada. O cilindro gira primeiro no sentido anti-horário com o martelo ainda viajando para trás. Uma vez que o cilindro se move um quinto de seu curso ele é travado no lugar com uma câmara alinhada com a culatra do cano. Uma haste que está presa ao gatilho e corre dentro da proteção manual puxa o cano cerca de 1,5 mm (0,059 pol) para trás e força a extremidade traseira do cano na boca da câmara alinhada para fazer uma vedação de gás; o martelo será liberado e ocorrerá o disparo. Quando o usuário solta o gatilho, o cilindro retorna à sua posição original. 
 

Um cano curto de 290 mm, visto aqui com um freio de boca, foi proposto para uso em uma versão militar / LE. Hmmm, uma arma inteligente, na opinião do autor.

 
Informações

Modelo: ENARM Pentagun
País de origem - Brasil
Fabricante - Empresa Nacional de Armas

Designer (es)

Nelmo Suzano,
Luiz Gonçalves
Gilson Fontes

Ano do projetado - 1986
Produção iniciada -1986
Produção terminada -1986
Número construído - 1 
Tipo de arma - Espingarda
Calibres -12, 20, 28
Ação - Operação a gás, vedação de gás com cano móvel

Comprimento
  • Comercial: 90 cm
  • Militar / Polícia: 68 cm
Comprimento do cano
  • Comercial: 51 cm
  • Militar / Polícia: 29 cm
Peso vazio - 6,83 kg (15,1 libras)
Capacidade - 5 cartuchos


Ronaldo Olive

Ronaldo Olive

Ronaldo é um escritor brasileiro de longa data (a partir da década de 1960) sobre assuntos de aviação, militar, LE e armas, com artigos publicados em periódicos locais e internacionais (Reino Unido, Suíça e EUA). Sua vasta experiência fez dele um palestrante e instrutor convidado frequente nas forças armadas e policiais do Brasil.
 
 

Fonte/Créditos: The Firearmblog

Créditos (Imagem de capa): The Firearmblog

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!